PREMIAÇÃO “MELHOR PROJETO 2017”

O Projeto que ganhou em primeiro lugar foi desenvolvido no município de Assai pelo professor Paulo Sérgio Kuya da Escola Rural Municipal Padre França Wolkers, com otitulo “Diálogo + União = Soluções – Conhecendo e Valorizando o Rio Tibagi”. Paulo destacou em seu projeto a parceria entre a comunidade e escola para desenvolvimento de práticas sustentáveis. Com ajuda dos pais dos alunos e de toda a comunidade foram realizados teatros, bazar para arrecadar fundos para escola, uma horta para auxiliar a merenda escolar e a construção de um galinheiro. Com o titulo “Mão na Lata”. O segundo lugar ficou com a professora Silvia M. D. Portella da Escola Municipal Professora Almerinda F. do Nascimento do Município de Ibiporã, o terceiro lugar foi para Márcia Rejaine Piotto da Escola Municipal Professora Maria Irene Vicentini Theodoro de Londrina, a professora Gracia Maria Martins de Arapongas, com o titulo “Reciclar é Cuidar do Presente e Preparar o Futuro” ficou com o quarto lugar e o quinto lugar ficou com a professora Rosinei Batistela Muller, da Escola Municipal São Fernando de Rolândia com o titulo “Águas Vivas”.

 

 

1lugarprof

1º Lugar - Professor: Paulo Sérgio Kuya

Escola Rural M. Padre França Wolkers - Distrito Pau D’Alho do Sul – Assaí – PR

Título do Projeto: “Diálogo + União = Soluções – Conhecendo e Valorizando o Rio Tibagi”

(Na foto Professor Paulo junto com sua equipe pedagógica e a equipe do COPATI)

 

 

 

 

2lugarprof

2º Lugar - Professor: Silvia M. D. Portella

Escola Municipal Professora Almerinda F. do Nascimento - Ibiporã – PR

Título do projeto: “Mão na Lata”

(Na foto Gislane Aparecida Syllos, Gerente executiva de Gestão da Tamarana Tecnologia na entrega do premia para Proferssora Silvia.)

 

 

3lugarprof

3º Lugar - Professora: Márcia Rejaine Piotto

Escola Municipal Professora Maria Irene Vicentini Theodoro - Londrina – PR

Título do projeto: “Verde Que Te Quero Quero: Preservando o Meio Ambiente”

(Na foto a Professora Márcia Rejaine Piotto recebe o premio das mãos de Claudia Cardoso, secretária-executiva da Cia Cacique).

 

 

 

ALUNOS RECEBEM PRÊMIOS PELAS MELHORES FOTOS DO PROJETO PINGO D`ÁGUA DE 2017

Como forma de incentivar os alunos a terem um contato maior com o rio Tibagi e a refletirem sobre os seu hábitos como cidadãos, o COPATI promoveu mais uma vez o concurso de Melhor Foto do Projeto Pingo D`Água.

 

 1lugar-2

1º Lugar - Aluna: Iasmin Sutil

Professora: Lidiane Silva Gonçalves - Escola M. São Judas Tadeu - São Jeronimo da Serra– PR 

Título do projeto: “A Natureza é Bela”

 

 

2lugar

2º Lugar - Aluno: Mateus Felìcio de Oliveira Antunes Sirelli

Professora: Ana Claudia Pado Borges - Escola Municipal Nair Auzi Cordeiro - Londrina– PR

Título do projeto: "Encanto do Pôr do Sol"

  

 

 3lugar-2

3º Lugar - Aluna: Isabelly Stephanye Batista

Professora: Ana Claudia Sochack - Escola M. Anne Marie Konrad - Uraí – PR

Título do projeto: “Não ao desperdício”

 

 

4lugar 

4º Lugar - Aluna: Mariana Cordeiro de Pontes

Professora: Maria Eunice de Amorim - Escola M. Manuel Bandeira - Ortigueira – PR

Título do projeto: “As Nascentes”

 

IAP – INSTITUTO AMBIENTAL DO PARANÁ PREMIA OS VENCEDORES DO CONCURSO “RE (DESCOBRINDO) PRÁTICAS AMBIENTAIS”

foto novembro 2017

 

Na Semana do Meio Ambiente (junho) foi lançado o Concurso intitulado Re (descobrindo) práticas Sustentáveis, em 2 modalidades: Empresarial & Educacional com foco na proteção, recuperação e conservação do meio ambiente e da qualidade de vida, pois assim, o IAP quer estimular através do envolvimento tanto intra, quanto extra área da Instituição/Empresa, conhecendo os benefícios que estão sendo desenvolvidos e que muitas vezes não estão ressaltados nos processos de Licenciamento. E, também no envolvimento do Município através da Secretaria de Educação selecionando o melhor projeto do Professor e alunos, ressaltando as atividades desenvolvidas como eixo transdisciplinar do processo educativo.

 

 Participaram da banca de avaliação: Profª Irene Zaparolli/Economia UEL ; Profº Misael Rodrigues/Biologia-UEL e o jornalista da Folha de Londrina Paulo Briguet.

 

 O objetivo também deste concurso é divulgar as ações concretas desenvolvidas por Empresas e Escolas que não medem esforços na ótica da sustentabilidade.

 

 Para este evento contamos com autoridades e personalidades extremamente importantes na ascensão das questões ambientais em nosso Estado, dentre elas, temos o Presidente do IAP – LUIZ TARCÍSIO MOSSATO PINTO que fará uso da palavra dando abertura oficial a esta premiação.

 

  •  Premiação:

 

Modalidade - ESCOLA -- Ensino Fundamental

 

- Cidade Londrina – ESCOLA M. PROFESSORA MARIA IRENE VICENTINI THEODORO. Coordenadora do Projeto: MÁRCIA REJAINE PIOTTO. Título: Verde que te Quero-quero: Preservando o meio ambiente

  

 - Cidade: Ibiporã - Escola Municipal Professora Almerinda Felizetti. Coordenadora do Projeto: Sílvia. Título: Mãos na Lata

 

Juntamente com esta escola de Ibiporã foi premiada a empresa Recithinner também de Ibiporã pela brilhante colaboração – formando uma ajuda mútua – conciliando perfeita harmonia no processo de sustentabilidade – dando formas a muitos resíduos.

  

Modalidade Empresa:

- CIA. CACIQUE DE CAFÉ SOLÚVEL: Projeto: Substituição da matriz energética de combustível fóssil para 100% biomassa.

- INTEGRADA COOPERATIVA AGROINDUSTRIAL - Projeto  Nossa Água

- RODOVIAS INTEGRADAS DO PARANÁ - VIAPAR: Projeto: Práticas de Gestão em Rodovias. 

O PINGO D’ÁGUA CONCLUI SUAS CAPACITAÇÃOES DE 2017

O Programa de Educação Ambiental Pingo D`Água é desenvolvido há 16 anos, com extraordinário sucesso. Fruto de esforço e intenso trabalho por parte dos nossos Associados, das Prefeituras e Secretarias de Educação, dos professores e dos milhares de alunos que participam do Programa. O Pingo D`Água proporcionou vários  eventos e capacitações, que fizeram com que milhares de paranaenses tomassem contato com a problemática ambiental e passassem a ser multiplicadores ambientais e voluntários em ações de recuperação de áreas degradadas, limpeza em áreas de preservação permanente, plantio de árvores, coleta seletiva de resíduos sólidos. Além disso, tudo, o mais importante legado que o COPATI tem deixado em cada canto da Bacia do Rio Tibagi onde atua, é a mensagem da sensibilização dos envolvidos para importância de convivermos de forma harmônica com nossas riquezas naturais, introduzindo uma nova cultura preservacionista que estabelece novos comportamentos e compatibiliza desenvolvimento com preservação ambiental.

 

20170918 1043440

Foto: Professores de URAÍ. EM URAI O PROGAMA PINGO D’ÁGUA CHEGA POR MEIO DO APOIO E PATROCINIO DA TRIUNFO ECONORTE. 

 

Você está aqui: Home Notícias